Eu não sei como se vive

Eu não sei como se vive

Nesse mundo enganador

Se fala muito é falador

Se fala pouco é manhoso

Se bater é desordeiro

Se apanha é mofino

Se come muito é guloso

Se não come é mesquinho

Trabalho tem maribonde

Fazer casa no capim

E o vento leva ela, ai meu bem

Maribondo leva fim

Caveira quem te matou, ai meu bem

Foi a língua meu senhor

Um dia tava com sede

Pensava em ser ruim

E eu sempre lhe dizendo

Inveja matou caim

Camaradinha...

Écoutez Eu não sei como se vive (tudo mundo quer ser bom). 

Mestre Waldemar chante à 04:55

***

Ai que saúdade

Iê !

Ai que saudade

Sinto do meu grande mestre (bis)

Se aqui ele estivesse

Isso não acontecia

Todos vocês têm no peito uma Paixão (bis)

Mas paixão igual a minha

Essa não existe não

Trago no peito as marcas da escravidão...

Dos açoites das senzalas

Das noites de solidão

Era um banzo doença de nostalgia

Negros vindo pela sorte

Ou mortos na travessia

Saudade eu tenho

Lá de casa onde morava

Saudade eu tenho

Do reinado onde reinava

Mesmo sem poder Ter casa

Retratei em ladainha

Viva meu mestre

 

Ela tem dente de ouro 

Iê !

Ela tem dente de ouro (bis)

Foi eu quem mandei botar

Eu vou rogar uma praga

Pro dente se quebrá

Dela eu não me lembro, O meu Deus

E não quero me lembrá

Das horas amargurada, oi iá iá

Com ela eu conversava

Na beira de uma praia

E um bonito luar

Ela sempre me jurando, o meu Deus

Que a outro não amava

Vim da Ilha de Maré

Jogar em Santa Rita

Duas coisas neste mundo

Que meu coração palpita

É um berimbau roseiro

E uma moça bonita

Mestre Waldemar

Écoutez ici

***

Mestre Barba Branca 

Iê Siri de Mangue

Iê siri de mangue
Todo tempo não é um
Olha lá maré de Março
É maré de guaiamum
Entre grandes e pequenos
Hoje não me escapa um

Vou pra Ilha de Maré
Jogar em Santa Rita
Marimbondo deu no mato
Enrolou pelo capim
Vem o vento leva ela
Marimbondo leva fim
Esta escrito na Biblia
Abel matou Caim
Camaradinho...

Écoutez ici 

***

Sou filho da cobra verde

Sou filho da cobra verde 
Sou filho da cobra verde 
Neto da cobra coral 
Quem quiser sabre meu nome 
Meu veneno é de matar 
Valha-me Deus Nossa Senhora 
Mãe de Deus o Criador 
Nossa Senhora me ajude 
Nosso Senhor me ajudou

camara…

***

 

Écoutez Sou filho da cobra verde: ici

Riachão tava cantando 

Cette ladainha traditionnelle est issue de la literatura de cordel nordestino, tout comme Pedro Cem et O Valente Vilela.  L’ouvrage correspondant est "A peleja de Riachão com o Diabo"

 

 

Iêêê
Riachão tava cantando
Na cidade do Açu
Quando apareceu um nego
Da espécie de urubú

Tinha beiços grossos e virados
Com a sola dum chinelo
Um olho bem encarnado
E o outro bem amarelo

Convidou Riachão
Para vir cantar martelo
Riachão respondeu
Eu aqui não tou cantando
Com nego desconhecido
Ele pode ser cativo
e andar aqui fugido,
Camaradinho
Aquinderrei !
Iê Aruandê

***

IGRJA DO BOMFIM

Mestre Paulo Dos Anjos

Igreja do Bonfim


Eglise de Bonfim

E Mercado Modelo
Et Mercado Modelo (marché modèle)

Ladeira do Pelourinho
Descente du Pelourinho

E Baixa dos Sapateiros
Et Baixa des Sapateiros (ville basse des cordonniers)

Falar na Cidade Alta
Parler dans la Ville Haute

Eu me lembrei do Terreiro
Je me souviens du Terreiro

Igreja de São Francisco
Eglise de Saint François

E Praça da Sé
Et Praça da Sé (place du Siège)

Aonde ficam as baianas
Où se tiennent les Bahianaises

Vendendo acarajé
Vendant les acarajé (beignets bahianais)

Por falar em Itapuã
Pour parler de Itapuã

Lagoa do Abaeté
Lagune de Abaeté

Essa é minha cidade
C’est ma ville

Venha quando tu quiser
Viens quand tu veux

Camarada
Camarade

***

Bahia nossa Bahia

 

Mestre Pastinha  

Bahia nossa Bahia 

Bahia nossa Bahia
capital é Salvador
Quem não conhece essa Capoeira
não pode dar o seu valor
Capoeira veio da África
africano quem a trouxe
Todos podem aprender
general também doutor
Quem desejar aprender
venha aqui em Salvador
Procure o Mestre Pastinha
ele é o professor
iê viva meu Mestre

***

EU Já VIVO ENJOADO

Iê !
Eu já vivo enjoado
Je suis déjà malade/nauséeux

De viver aqui na terra
De vivre sur cette terre

Oh mamae eu vou pra lua
Oh maman je vais à la lune

Falei com minha mulher
J’en ai parlé à ma femme

Ela então me respondeu
Elle a ensuite répondu

Nos vamos se Deus quiser
Nous irons si Dieu le veut

Vamos fazer um ranchinho
Nous ferons un petit ranch

Todo cheio/feito de sapé
Tout en chaume

Amanha as sete horas
Le matin à 7 heures

Nos vamos tomar cafe,
Nous prendrons le café

Eu que nunca acreditei,
Je n’ai jamais cru

Não posso me conformar,
Je ne peux pas me résigner

Que a lua venha a terra,
Que la lune vienne à la terre

Que a terra venha a luar,
Que la terre éclaire comme la lune

Tudo isso é conversa,
Tout cela est conversation

Pra comer sem trabalhar,
Pour manger sans travailler

O senhor amigo meu,
O seigneur/monsieur mon ami

Escute/Veja bem o meu cantar,
Ecoute/Vois bien mon chant

Quem é dono não ciuma,
Qui possède n’envie pas

Quem não é quer ciumar
Qui ne possède pas envie

Louvaçao version de Mestre Pastinha :

Iê galo canto
Le coq chante
Coro : Iê, galo canto, camarà
Iê, le coq chante, camarade

Iê cocoroco
Coro : Iê, cocoroco, camarà

Iê menino ê bom
Iê l’enfant est bon
Coro : Iê, menino ê bom, camarà

Iê sabe jogar
Iê vous savez jouer
Coro : Iê, sabe jogar, camarà

Iê capoeira
Coro : Iê, capoeira, camará

Louvaçao version de Carolina Soares :

É hora é hora
C’est l’heure, c’est l’heure
Coro : Iê, é hora é hora, camará

Iê vamos embora
Allons-y
Coro : Iê, vamos embora, camará

Pela barra fora
Par-dessus bord
Coro : Iê, pela barra fora, camará

Iê viva meu Deus
Iê vive mon Dieu
Coro : Iê, viva meu Deus, camará

Iê viva meu Mestre
Iê vive mon Maître
Coro : Iê, viva meu Mestre, camará

Iê quem me ensinou
Iê qui m’a enseigné
Coro : Iê, quem me ensinou, camará

Iê da volta mundo
Iê le monde tourne
Coro : Iê, da volta mundo, camará

Iê que eu mundo deu
Iê ce que j’ai donné au monde
Coro : Iê, que eu mundo deu, camará

Iê que eu mundo da
Iê ce que le monde m’a donné
Coro : Iê, que eu mundo da, camará

(Toque : Angola)

***

Iê Salve !

Deus e salve a pátria , salve todo redentor.

Também salve os angoleiros que está nesse setor.

O mundo de Deus é grande , ele mesmos quem criou.

Nós vivemos encima dele , ora meu Deus, mas não damos o valor.

Também chamo por São Pedro que é o chaveiro do seu .

São Gerônimo e o escrivão, e quem pesa é São Miguel.

Todos três rogando a Deus, com a sua grande fé.

Que me livre dessas cobras ora meu Deus para não morder meu pé .

1º CD Gravado: SALVE DEUS E SALVE A PÁTRIA  CD com 16 músicas dos mestres Macaco, Felipe e Admilton, na área da capoeira do recôncavo.

***

Tamanho  não é documento
Mestre Moraes: ( GCAP )
 

Iê!

Tamanho não é documento (bis)
Isso eu posso lhe provar
Meu mestre bateu de sola
Num crioulo de assombrar
Apesar de muito baixo
Nunca levou prejuízo

Ele disse pro Diabo (bis)
De ajuda não preciso
Essa peleja se deu
Na ladeira da Lapinha
Entre o Diabo malvado
E o meu mestre Pastinha

***